Ministério Público pede condenação por desmatamento ilegal

Tue, 08 Oct 2019 14:21:21 -0300 / 0 Comentários

O MP-PR, por meio do promotor de justiça de Realeza, ajuizou nessa semana ação civil pública contra um agricultor responsável por desmatamento ilegal em sua propriedade na Linha Saltinho, interior de Realeza.

O inquérito foi instaurado após a Polícia Ambiental ter encaminhado ao MP um ofício junto com "termo de levantamento fotográfico do local", auto de infração ambiental e boletim de ocorrência.

Segundo a denúncia, entre 21 de outubro de 2018 a 14 de fevereiro de 2019, o agricultor foi responsável pelo desmatamento ilegal de 2,27 hectares de floresta estacional semidecidual, secundária, em estágio médio de regeneração, pertencente ao Bioma Mata Atlântica, e parcialmente em Área de Preservação Permanente (APP).

O proprietário informou que realizou o desmatamento ilegal, pois desejava ampliar sua área de lavoura. Entre as espécies desmatadas, encontram-se: canela; guabiroba; rabo-de-bugio; açoita-cavalo e angico, algumas espécies ameaçadas de extinção.

Informações Rádio Clube